Plantas de sombra

Perto da chegada do Outono, aproxima-se uma época que costuma dar algum trabalho nos nossos jardins: além das reparações esporádicas de mudança de estação, há que contar com a queda das folhas das árvores de folha caduca (se bem aproveitadas, podem ser uma excelente forma de adicionar ao solo uma adubagem natural extra).

Nestas replantações, de mudança de estação, podemos ponderar em novas espécies para locais menos apelativos, por terem pouco sol ou se situarem em locais que têm sombra durante grande parte do dia. Ao contrário da crença popular de que todas as plantas necessitam de grandes quantidades de luz solar para crescer, existem numerosas espécies que se desenvolvem perfeitamente sob condições de pouca luz! São classificadas como plantas de sombra ou semi-sombra e costumam caracterizar-se por terem folhas grandes, de forma a captar toda a luz solar que conseguirem e flores pequenas. São ideais para locais de sombra em jardins e até para alguns compartimentos no interior das habitações. Falamos de espécies como difenbáquias, hortênsias e fetos.

Sem necessitarem de grande manutenção, convém sempre lembrar que todas as espécies vegetais precisam para crescer de um ambiente adequado e saudável com boas condições de Humidade, Temperatura, Luz e Solo, sempre adaptadas às suas necessidades.

Nota sobre o autor

Luís Dias, 30 anos

Professor

Dá-me um prazer enorme escrever sobre tudo e mais alguma coisa. Passo a maior parte do meu tempo livre a ver séries, filmes e a ler livros. Ah, também sou um acérrimo defensor e apaixonado pela natureza!

Email: luisfbdias@gmail.com

Partilhe nas Redes Sociais
FacebookTwitterPinterest