MOTELX: As mulheres têm voz na cultura?

MOTELX reúne actrizes e escritoras num debate sobre o papel da mulher nas artes

 Bárbara Bulhosa, Helena Vasconcelos, Isabel Abreu e Maria João Luís sobem ao palco do Cinema São Jorge, sob a moderação de Fernanda Câncio, para debater o papel das mulheres no panorama cultural, no dia 7 de Setembro, às 19 horas. A iniciativa insere-se na celebração do 200.º aniversário da obra “Frankenstein”, de Mary Shelley, escritora britânica que, por ser mulher, foi  obrigada a abdicar da autoria do romance por ser impensável à época alguém do sexo feminino escrever uma obra com as características de “Frankenstein”.

A obra de Mary Shelley foi reconhecida como o primeiro romance gótico moderno, que faz a ponte entre os castelos assombrados do folclore europeu e o novo espírito científico da revolução industrial, e retrata a condição feminina da época. Por isso, o MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa junta um painel totalmente feminino para discutir o contexto e a época em que o romance foi criado e de que forma continua a ser uma leitura actual e pertinente.

“Esta obra de Mary Shelley é marcante para o terror mundial e teve um grande impacto em criações que surgiram posteriormente. Assim, além de a homenagear pelo que criou, também quisemos destacar o contexto em que o fez. O movimento feminista tem ganho cada vez mais importância na sociedade actual e, também na cultura, devemos pensar se há iguais oportunidades, iguais reconhecimentos e iguais considerações, daí estrearmos este modelo de tertúlia nesta edição do MOTELX”, explica João Monteiro, Director do Festival.

O Cinema São Jorge irá receber a discussão sobre a evolução do papel da mulher no mundo da cultura e a sua importância actual, protagonizada pela escritora Bárbara Bulhosa, pela editora Helena Vasconcelos e pelas actrizes Isabel Abreu e Maria João Luís, com a moderação e participação da jornalista Fernanda Câncio. O momento será antecedido pela exibição do filme “Mary Shelley”, protagonizado por Elle Fanning.

A celebração do bicentenário do emblemático monstro e do seu criador terá também uma programação especial na Cinemateca e na Cinemateca Júnior, durante o mês de Setembro.

A 12.ª edição do MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa terá lugar de 4 a 9 de Setembro, no Cinema São Jorge. De 31 de Agosto e 2 de Setembro decorrem atividades de Warm-up.

 

 

Sobre o MOTELX

O MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa promove o melhor do terror produzido internacionalmente e estimula a produção de filmes de terror portugueses há mais de uma década. Ao longo dos anos, tem conquistado um posicionamento relevante no circuito internacional de festivais de cinema de género, tornando-se num dos eventos culturais mais esperados e destacados do ano em Lisboa. Em 2017, o MOTELX registou uma audiência de cerca de 20.000 pessoas em apenas seis dias de Festival, em cinco salas de cinema, no Cinema São Jorge e no Teatro Tivoli BBVA, mais dois dias de warm-up com sessões ao ar livre, concertos e outras festas para dar início a cada edição. O MOTELX é o único festival português a receber uma acreditação da Federação Internacional de Associações de Produtores Cinematográficos (FIAPF) e é também membro da Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico (EFFFF) e da Europe for Festivals, Festivals for Europe (EFFE). Para mais informações, visite www.motelx.org.

 

Para mais informações:

Ângela dos Vais

E: angela.dosvais@thesquare.pt

Sara São Miguel

T: 918 525 630

Partilhe nas Redes Sociais
FacebookTwitterPinterest