Junho, a farmácia da Glória e da sua dedicada equipa. Como tantas…

Junho, a farmácia da Glória e da sua dedicada equipa. Como tantas outras, um porto de abrigo.

 
 
 
 

A história de uma utente mais idosa que procura a farmácia de sempre para acalmar as suas angústias, os seus medos, a sua solidão. A relação de intimidade e proximidade que se cria com o utente, porque a farmácia é, na maioria das vezes, a primeira paragem dos cuidados de saúde.

 

Ser farmacêutico/a é uma profissão de carinho que exige dedicação extrema e uma sensibilidade especial para os outros. Exige a capacidade de sorrir mesmo quando não apetece e é aí, nesse esforço, nessa superação, que o trabalho exercido faz toda a diferença. Em quem veste a bata e em quem recebe o sorriso.

 

 

Junho, os jacarandás estão em flor e nós contamos mais uma pequena história de amor:

 

Partilhe nas Redes Sociais
FacebookTwitterPinterest

Deixe uma resposta

* Campos obrigatórios