A corrida à estatueta dourada começa… agora!

 

Mais de metade do ano já se foi e, depois de sermos inundados com carradas de comédias românticas, filmes de terror e blockbusters, começam a aparecer no horizonte os filmes mais badalados para os principais prémios cinematográficos. Com novidades já anunciadas para as próximas edições dos Óscares da Academia como a diminuição da duração da transmissão em direto da cerimónia, mudanças obrigatórias tendo em conta a diminuição de espectadores ano após ano, sinal que a cerimónia precisa urgentemente de um refresh.

É certo que ainda falta cerca de meio ano para a entrega da estatueta dourada (a cerimónia está marcada para dia 24 de fevereiro de 2019) mas há nomes que já parecem ganhar vantagem, pelo menos através dos destaques na imprensa norte americana. Assim, nesta altura do campeonato, os filmes mais badalados para a “Oscar season” são:

“The Irishman” – O regresso de Martin Scorsese às suas raízes com um filme sobre a máfia, onde podemos encontrar nos principais papéis Robert De Niro, Joe Pesci e Anna Paquin. O destaque da película vai para o seu lançamento diretamente na internet, sem passar pelos cinemas. Isto só é possível pelo forte investimento da Netflix, que investiu neste “The Irishman” qualquer coisa como 140 milhões de dólares! Há pouco tempo atrás quem dissesse a Martin Scorsese que iria lançar um filme sem este se estrear na grande tela seria provavelmente chamado de louco mas os tempos estão, naturalmente, a mudar. A data de lançamento ainda está no segredo dos deuses mas, uma vez que o realizador é conhecido pelo tempo que demora a editar os seus filmes, existe o receio da estreia ser já depois da cerimónia dos óscares.

“If Beale Street Could Talk” – Este filme marca o regresso de Barry Jenkins, depois do triunfal “Moonlight”, desta vez numa adaptação de um romance homónimo de James Baldwin. Na película, cuja estreia está marcada para o Festival de Toronto, Jenkins debruça-se sobre a comunidade afro-americana em Harlem, Nova Iorque, onde uma mulher se esforça desesperadamente por provar que o seu noivo é inocente de um crime.

“Mary Queen of Scots” – Neste drama histórico, temos como destaque a disputa pelo trono do Reino Unido, com Margot Robbie a interpretar a Rainha Elizabeth I e Saoirse Ronan como a sua prima que deseja roubar a governação para si (Famílias, certo? Quem as não tem). Não é difícil imaginar que, por isso, as duas não tinham a melhor relação familiar. “Mary Queen of Scots” reúne, assim, duas das atrizes mais talentosas da atualidade, Margot Robbie e Saoirse Ronan, o que, só por si, já deve fazer valer a pena uma visita ao cinema.

“Widows” – Esteve entre as apostas para os Óscares do ano anterior mas, atrasos no processo acabaram por colocá-lo na rota dos Óscares 2019. O drama é dirigido por Steve McQueen (“12 Anos Escravo”), o roteiro é de Gillian Flynn, (“Em Parte Incerta”), e conta com a participação de Viola Davis, Daniel Kaluuya, Colin Farrell, Robert Duvall, Carrie Coon e Liam Neeson. Pois, promete!

“First Man” – A história é baseada na biografia “First Man: The Life of Neil A. Armstrong”, do escritor James Hansen, e acompanha a história do astronauta durante a década de 60. Temos o regresso de Damien Chazelle, o realizador de “Whiplash – Nos Limites” e do premiado “La La Land: Melodia de Amor”, contando nos principais papéis com Ryan Gosling e Claire Foy.

“Bohemian Rhapsody” – Polémicas à parte, o filme conta a história da banda de Freddie Mercury e da ascenção dos Queen até ao estrelado, com tudo de bom e de mau que isso trouxe para o grupo. O filme contou com várias polémicas durante a sua rodagem, tendo até o realizador, Bryan Singer, sido substituído por desavenças com o ator principal Rami Malek.

Para finalizar, convém não esquecer outros títulos que têm dado que falar: “Backseat”, “Where’d You Go, Bernadette”, “Roma”, “Ad Astra”, “On The Basis Of Sex”, entre outros. Cinema que vale a pena!

 

Nota sobre o autor

Luís Dias, 30 anos

Professor

Dá-me um prazer enorme escrever sobre tudo e mais alguma coisa. Passo a maior parte do meu tempo livre a ver séries, filmes e a ler livros. Ah, também sou um acérrimo defensor e apaixonado pela natureza!

Email: luisfbdias@gmail.com

 
Partilhe nas Redes Sociais
FacebookTwitterPinterest