A Carolina

Talvez aquilo que mais impressiona quando se olha para a Carolina pela primeira vez seja a determinação voraz em ser feliz. Sai-lhe pelos olhos grandes. Aos 27 e à espera do terceiro filho, esta é a miúda-mulher que nos inquieta com a intensidade que aplica no discurso, a segurança das suas escolhas e uma enorme aprendizagem a que a vida a sujeitou nos últimos anos.

Mas nem sempre foi assim. Não se lembra de ser criança no sentido que o estereótipo dita. Cresceu depressa e muitas vezes sem querer, mas nunca lhe faltou amor. Os poetas, os sons, o convívio as casas cheias de memórias, a primeira maternidade experienciada pela ternura protectora pelos seus irmãos, ela a mais velha, a mana, o refúgio de todos.

 
 

E depois, vem um amor. Avassalador e certo como devem ser todos os que se sentem com verdade. Determinante no crescimento artístico e ponto de viragem para uma solidez emocional que se detecta em cada palavra. Há poucas coisas mais comoventes do que estarmos perante alguém que é feliz.

Esta entrevista é sobre a construção dessa felicidade. O que acarreta, o que provoca nos outros e em nós. Porque é que a Felicidade é tão desafiadora e porque é que é preciso coragem para se seguir o caminho em que se acredita. Esta entrevista é sobre comboios que partem duas vezes e vão cheios de sonhos. Que se concretizam.

Carolina Deslandes, a miúda dos olhos grandes e a vida toda no Elefante de Papel.

Partilhe nas Redes Sociais
FacebookTwitterPinterest

13 comentários em “A Carolina

  1. Que linda entrevista, que bom ver alguém assim tão feliz, é muito emocionante 💕que falta faz mais pessoas assim, felizes e de bom coração, parabéns Carolina Deslandes

  2. Que ouvir seja sempre um Dom!
    Gostei muito de estar aqui..deste lado a beber de uma experiência de vida que emana tanto amor e generosidade.
    Obrigado

  3. Meu Deus…
    Que belíssimo trabalho Rita, obrigada por nos dar a conhecer um pouco mais desta gente boa.
    As palavras da Carolina levam nos para o além, faz-nos pensar em como um só gesto que poderia passar despercebido nos guia e nos diz que afinal está tudo bem, está tudo certo.
    Beijinhos

  4. Está “miúda “è o máximo !Adoro a história de vida dela , a maneira tão lógica de ver a vida!!💚
    Fico sempre comovida com as entrevistas que vejo dela!😢
    Carolina és linda ,continua a ser sempre,assimcomo tu és ..🤗Para a vida toda!!!🙌🤗😉😊😘

  5. Estou completamente rendida a está entrevista. Já admirava a Carolina, mas depois disto admiro ainda mais… Parabéns pelo excelente trabalho Rita

  6. Estou completamente rendida a está entrevista. Já admirava a Carolina, mas depois disto admiro ainda mais… Parabéns pelo excelente trabalho Rita

  7. Soube tão a pouco esta entrevista, parabéns à Rita por este projecto. Um aplauso gigantesco à Carolina, aliás aplauso às duas (de pé)…

Deixe uma resposta

* Campos obrigatórios